WDSF World Breaking Championship

É com imensa satisfação que o Conselho Nacional de Dança Desportiva (CNDD)*, através do seu Departamento de Breaking, anuncia a primeira viagem da delegação brasileira de Breaking para participação no evento “WDSF World Breaking Championship”, produzido pela Breaking For Gold, a ser realizado no Théâtre du Châtelet, no dia 4 de Dezembro de 2021, na cidade de Paris, França, mesma que sediará os Jogos Olímpicos de 2024.

O evento fará parte do calendário qualificatório para os Jogos Mundiais da International World Games Association (TWG-IWGA), que acontecerá em julho de 2022, na cidade de Birmingham, Alabama (Estados Unidos).

Ainda sem recursos próprios ou patrocínios, o Dep. de Breaking da CNDD — responsável por planejar, organizar e executar as representações brasileiras da modalidade Breaking nacional e internacionalmente — apresentou o projeto de viagem e participação para esse evento ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Entendendo a importância desta competição para o desenvolvimento da modalidade no país, o projeto foi imediatamente aprovado e está sendo executado pelo COB. Para esta viagem, a delegação brasileira conta com a participação de Arthur Henrique Bittencourt Correa, representante e gestor da modalidade Breaking no COB.

Abaixo os nomes:

BGirls –

Nathana (We Can Do It BGirls e Rock Ninjaz) -Uberlândia-MG

Itsa (Skeleton Breakers Crew) -Belo Horizonte-MG

BBoys –

Rato (Evolution Kings) – Prata-MG/Porto-PT

Luan Sam (Funk Fockers Crew) – São Paulo-SP

 

Critério de Nomeação:

O evento seria originalmente realizado em junho de 2020 na cidade de Nanjing, na China. Porém, devido à situação da pandemia de Covid-19, houve três adiamentos: 1. para Junho de 2021; 2. para Outubro de 2021; 3. para Dezembro de 2021, esta última acarretando também a mudança de local para Paris, na França.

Os nomes foram escolhidos por nomeação pelo Diretor Técnico do Departamento de Breaking, José Bispo de Assis (Bispo SB); e pela Vice-Diretora, Lucimar dos Santos (B.girl Lu BSBgirls), critério este estabelecido pela World Dance Sport Federation (WDSF) para o Brasil, devido os protocolos e medidas de distanciamento social impostas pela pandemia no país, o que impossibilitou a realização de um evento nacional qualificatório, a exemplo do que aconteceu em alguns outros países recentemente.

Os critérios definidos para essa nomeação são 2 (dois) b.boys e 2 (duas) b.girls devidamente filiados a entidade, com títulos e/ou participações em eventos internacionais e nacionais, em respectiva ordem de relevância, seguindo os parâmetros das modalidades desportivas olímpicas.

No decorrer dos adiamentos, a lista com os nomes de atletas sofreu mudanças por problemas diversos: contratos de trabalhos em companhias; protocolos de abertura e fechamento diferentes em diversos países; atrasos na vacinação no Brasil; divergências de critérios de regulamentação para aprovação de imunizantes em outros países; além de uma recente lesão, obrigando assim alteração dos nomes a serem oficializados junto à organização do evento.

A viagem

A delegação segue para a França no dia 29 de novembro de 2021. Além da equipe Técnica, estarão acompanhando os atletas as equipes de Ciência do Esporte, Comissão de Arbitragem CNDD/WDSF e Desenvolvimento Esportivo, no intuito de entender todo o processo de produção da primeira etapa do Breaking enquanto modalidade desportiva olímpica no mundo, desde o processo de produção do evento, estrutura, sistema de arbitragem na prática e protocolos de testagem antidoping (WADA) para aplicação no Brasil, uma vez que a regulamentação internacional do esporte ainda não foi oficializada.

 

Texto: Iago Domingues Bezerra Pinheiro e

Lucimar dos Santos 

 

——————————–

*O Breaking foi oficializado como modalidade olímpica pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) no dia 07 de dezembro de 2020, quando o CNDD passa a ser responsável pela convocação e participação de atletas em campeonatos nacionais e internacionais.

CNDD BREAKING SPORT

REGULAMENTO – CNDD BREAKING BATTLE “QUALIFICAÇÃO WORLD BATTLE PORTUGAL 2022”

 FESTIVAL JOINVILLE – Encontro das Ruas

DATA: 23 E 24 DE JULHO

LOCAL: JOINVILLE SC

  • INSCRIÇÃO

A inscrição da competição de Breaking 1×1 será pela plataforma Forms, de 30/06 até 22/07 as 20:59 (horário de Brasília)

Inscrição 1×1 somente para b.boys e b.girls/atletas filiados.

 

A inscrição da competição 2×2 será realizada do dia 23/07, no local do evento, das 08:40 às 09:40.

A inscrição será totalmente gratuita.

Não será obrigatório a filiação para a competição 2×2.

 

  • REGRAS GERAIS (competição Breaking 1×1)

As regras abaixo descrevem a disciplina Breaking  1 vs 1 (B.boys e B.girls).

Está competição não será de ranqueamento nacional.

É obrigatório a filiação ao CNDD para participar desta competição, mediante a confirmação de atleta filiado no ato da inscrição através do n° de inscrição CNDD.

A idade mínima para participação é de 16 anos completos até a data da realização da competição.

Menores de 18 anos precisarão apresentar a autorização dos pais ou responsável legal, devidamente assinada e com reconhecimento em cartório.

 

Premiação

Competição 1×1 b.boys e b.girls/atletas filiados.

O campeão b.boy e  a campeã b.girl receberão passagem , hospedagem e alimentação para o evento internacional World Battle em Portugal.

A premiação será disponibilizada mediante a apresentação da cópia do passaporte com validade mínima de 6 meses, ou cópia do comprovante de agendamento com prazo máximo de até 7 dias corridos após o término da competição (dia 31 de julho).

Para menores de 18 anos é obrigatório constar no passaporte a descrição de que o/a menor pode viajar desacompanhado em viagens nacionais e internacionais, ou a autorização dos país ou responsável legal para viagens nacionais e internacionais, desacompanhado dos mesmos, com firma reconhecida em cartório.

É obrigatório a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação Covid 19 constando no mínimo as 2 doses da vacina Astrazeneca/Jansen + 3° dose de reforço, ou 2 doses da vacina Jansen.

 

Competição 2×2 Breaking

A dupla campeã ganhará filiação ao CNDD

 

Para a competição 2×2 não será obrigatório a filiação a Entidade, CNDD. Idade livre.

 

  • COMPETIÇÃO

A  seletiva será realizada  da seguinte forma:

1 (uma) entrada por competidor/a, em formato de batalhas.

Pré seleção 1×1 Feminino

Pré seleção 1×1 Masculino

Top 16 b.boys

Top 16 b.girls

 

2×2 – seletiva caso passe do número de 8 ou 16 duplas.

2 (duas) entrada por dupla, sendo 1 (uma) de cada competidor. Para a seletiva não irá contar coreografias, já para as demais fases a coreografia será livre.

 

  • DO JULGAMENTO

Serão avaliados os critérios qualitativos:

  • Qualidade Física: Técnica e variação
  • Qualidade Interpretativa: exceção e musicalidade
  • Qualidade Artística: criatividade e personalidade

 

  • ARBITRAGEM

O sistema de arbitragem seguirá o padrão do Campeonato Mundial World Battle Portugal.

O júri será composto por 3 árbitros internacionais WDSF, sendo 2 brasileiros e 1 português.

O julgamento será por round a round com 2 (duas) entradas por competidor , podendo ter uma terceira entrada em caso de empate.

Para a batalha 2×2 não será permitido empates, sendo assim cada jurado deverá analisar a batalha e escolher um lado para o voto.

 

  • PUNIÇÕES, PERDA DE PONTOS OU DESQUALIFICAÇÃO

 

O comportamento e performance de cada competidor será avaliado como critérios de julgamento como forma de pontuação e que poderá incorrer, de acordo com a ação ou gestos, em punições que vai desde perda de pontos (erro acidental, quedas, cópia, repetições, tocar o adversário) até a desclassificação na competição (atos ou gestos de mau comportamento).

 

Atos ou gestos raciais extremamente violentos ou de natureza sexual serão passivos de desclassificação,  imediatamente após a ocorrência e em concordância com dos juízes para o grau do mau comportamento o atleta receberá 1 voto afirmativo final pela maioria dos juízes.

 

  • CONDUTA DOS ATLETAS (filiados)

Todos os competidores/atletas devem se comportar de forma responsável e com bom espírito esportivo, incluindo, mas não limitando a respeitar outros atletas, sem nenhum comportamento ofensivo ou ameaçador de qualquer natureza. Todos os competidores/atletas devem ser pontuais e não será tolerado fumar ou consumir álcool durante a competição. Além disso, todos os competidores/atletas devem estar em conformidade com as regras estabelecidas pela Agência Nacional de Antidoping (WADA), para quaisquer duvidas consulte a Lista Proibida da WADA no site (www.wadaama.org).

 

 

Observação: Quem necessitar de uma carta de carta convite, favor solicitar pelo e-mail: departamentobreakingcndd@cndd.org.br

 

Clique aqui para baixar o Regulamento

 

XII Copa Esef de Dança Esportiva – 2022

Não percam a XII Copa ESEF de Dança  Esportiva 2022

que acontecerá no dia 25 de junho de 2022 com
início às 12h30min, no Salão Azul da Escola Superior de Educação Física de Jundiaí.
A Copa ESEF de Dança Esportiva é um torneio, aberto a todos os atletas da modalidade, em especial
para iniciantes com o objetivo de oferecer oportunidade aos atletas para mostrarem suas habilidades,
estimulando assim a busca pela excelência.

Convidamos a todos que gostam de apreciar a Dança a prestigiar o evento!

Local: Escola Superior de Educação Física de Jundiaí (Salão Azul), Rua Rodrigo Soares de Oliveira, s/n,
Bairro Anhangabaú, Jundiaí, SP.
C.E.C.E. Dr. Nicolino de Lucca (Bolão) “veja mapa”.
Horários: Sábado, 25 de junho de 2022, horário previsto das 12h30 às 20h00. Abertura da pista para
reconhecimento no dia 24 (sexta-feira) das 17h00 às 21h00, dia 25 das 9h30 às 11h30. Os horários
poderão sofres alterações sem prévio aviso.

CLIQUE NO LINK ABAIXO PARA ACESSAR OS FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO E TER MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O EVENTO:

https://drive.google.com/file/d/1pKeIR4ODVDjlDiSlGynopJRnyAmHFWye/view?usp=sharing

FORMULÁRIOS DE INSCRIÇÃO NA PAGINA 4 DO DOCUMENTO CITADO A CIMA.

ATLETAS DE BREAKING SUB 18 – JOGOS ESTUDANTIS 2022

 

ATLETAS DE BREAKING SUB 18 – JOGOS ESTUDANTIS 2022

PARCERIA CNDD E CBDE

– 2 b.boys (FILIADOS AO CNDD)
– 2 b.girls (FILIADOS AO CNDD)

CRITÉRIOS
– Para nascidos em 2004, 2005 ou 2006
-Nascidos em território brasileiro ou ter cidadania brasileira
– Estar matriculado e cursando o ensino básico da rede pública ou particular de ensino
– Ter bom nível técnico de Breaking
-Ter participação em campeonatos de Breaking
I- Títulos internacionais
II- Títulos nacionais
III- Top 16 em competições internacionais ou nacionais
IV- Participação em competições internacionais ou nacionais
– Gozar de índole ilibada
DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA A SELEÇÃO
1- Certificado de vacina Covid com no mínimo as duas doses. Jansen (dose única), AstraZeneca
ou Pfizer.
Obs.: Coronavac não é aceita fora do país sem a dose de reforço
2- Ter filiação à Entidade de Administração Nacional da modalidade Breaking, o Conselho Nacional de Dança Desportiva – CNDD.
3- Ter passaporte com prazo de validade superior a 6 meses, ou ter toda documentação e
meios necessários para a emissão imediata do passaporte.
4- Ter autorização para viagem internacional sem acompanhamento dos pais ou responsáveis, mediante documento impresso.

Filiação de entidades esportivas ao CNDD

 

Informamos que a filiação de entidades esportivas ao CNDD esta suspensa.

A Entidade em respeito a comunidade do Breaking nacional, trabalha nesse momento na estruturação e adequação estatutária, juntamente com o Departamento de Breaking e a Comissão de Atletas, referente ao processo burocrático de Filiação de Federações, seguindo as leis esportivas vigentes, para melhor atender a comunidade do Breaking nacional.
Assim que o processo de filiação pessoa jurídica for reestabelecido entraremos em contato com todas as federações em formação no país.

E reforçando a informação de que a entidade já está trabalhando com Comitê Olímpico Brasileiro (COB), demais entidades nacionais e órgãos competentes para o desenvolvimento da modalidade no país, com foco na formação de base e alto rendimento.

 

Informamos que a filiação de entidades esportivas ao CNDD esta suspensa.
A Entidade em respeito a comunidade do Breaking nacional, trabalha nesse momento na estruturação e adequação estatutária, juntamente com o Departamento de Breaking e a Comissão de Atletas, referente ao processo burocrático de Filiação de Federações, seguindo as leis esportivas vigentes, para melhor atender a comunidade do Breaking nacional.
Assim que o processo de filiação pessoa jurídica for reestabelecido entraremos em contato com todas as federações em formação no país.

E reforçando a informação de que a entidade já está trabalhando com Comitê Olímpico Brasileiro (COB), demais entidades nacionais e órgãos competentes para o desenvolvimento da modalidade no país, com foco na formação de base e alto rendimento.