História do Breaking

BREAKING

Por: Alan, Suiane; Bispo SB, Lu BSB.

O Breaking é um estilo que está ganhando o seu espaço cada vez mais, dançarinos que desenvolvem manobras acrobáticas conforme as batidas da música manifestam seus estilos e suas características em batalhas e rachas que acontecem de forma individual ou em grupo, esse estilo de dança é um dos pilares da cultura Hip Hop sendo um importante elemento.

“Criada por Afroamericanos, latinos e imigrantes, o Breaking nasceu no bairro do Bronx na cidade de Nova York, se ramificou pelo mundo inteiro através de clipes e filmes na década de 70 é muitos dançarinos começaram a surgir, são eles chamados de B.boys e B.girls, creditado a Kool Herc, considerado um dos nomes mais importantes na criação da cultura Hip Hop.

“Movido por músicas como Original Funk, Groove, Latinas e Africanas, o Breaking tem consigo seus atributos, fundamentos básicos e conceitos, e partindo dai os B.boys e B.girls manifestam seus estilos e características, tendo como objetivo estimular sua criatividade criando combinações únicas.

Porque utilizar o nome Breaking e não BreakDance?

O nome BreakDance foi dado erroneamente pela mídia na década de 80 e nunca foi aceito pelos precursores desta dança. Como uma forma de confusão maior ainda, era usado para definir um conjunto de danças (Breaking, Popping, Locking, etc) que estes meios de comunicação: não entendiam em sua totalidade. Estas danças surgiram em locais e datas diferentes, sendo estes fatos constatados por qualquer pesquisa simples junto a seus expoentes.

Chegada no Brasil

A chegada do Breaking no Brasil aconteceu na década de 80, mais precisamente em 1982/1983, e o estilo se expandiu de maneira significativa hoje com vários adeptos dessa dança, tendo representatividade em todo o território brasileiro, que participam de competições solo e em crew (grupo) dentro e fora do país.

Recomendação de pesquisa:

O Breaking é relativamente novo em comparação a outras danças consagradas. Isso permite que muitos de seus precursores estejam vivos ainda para servir de fonte de informações. Para facilitar esta pesquisa recomendo o documentário de 2002 “The Freshest Kids: A History of the B.boys” ele documenta através de imagens e importantes depoimentos a história do Breaking e da cultura Hip-Hop.