EnglishPortugueseSpanish

Clique na Lupa e faça sua pesquisa >>

Modalidades

Breaking

História do Breaking

Por: Alan, Suiane; Bispo SB, Lu BSB.

O Breaking é um estilo que está ganhando o seu espaço cada vez mais, dançarinos que desenvolvem manobras acrobáticas conforme as batidas da música manifestam seus estilos e suas características em batalhas e rachas que acontecem de forma individual ou em grupo, esse estilo de dança é um dos pilares da cultura Hip Hop sendo um importante elemento.

“Criada por Afroamericanos, latinos e imigrantes, o Breaking nasceu no bairro do Bronx na cidade de Nova York, se ramificou pelo mundo inteiro através de clipes e filmes na década de 70 é muitos dançarinos começaram a surgir, são eles chamados de B.boys e B.girls, creditado a Kool Herc, considerado um dos nomes mais importantes na criação da cultura Hip Hop.

“Movido por músicas como Original Funk, Groove, Latinas e Africanas, o Breaking tem consigo seus atributos, fundamentos básicos e conceitos, e partindo dai os B.boys e B.girls manifestam seus estilos e características, tendo como objetivo estimular sua criatividade criando combinações únicas.

Porque utilizar o nome Breaking e não BreakDance?

O nome BreakDance foi dado erroneamente pela mídia na década de 80 e nunca foi aceito pelos precursores desta dança. Como uma forma de confusão maior ainda, era usado para definir um conjunto de danças (Breaking, Popping, Locking, etc) que estes meios de comunicação: não entendiam em sua totalidade. Estas danças surgiram em locais e datas diferentes, sendo estes fatos constatados por qualquer pesquisa simples junto a seus expoentes.

Chegada no Brasil

A chegada do Breaking no Brasil aconteceu na década de 80, mais precisamente em 1982/1983, e o estilo se expandiu de maneira significativa hoje com vários adeptos dessa dança, tendo representatividade em todo o território brasileiro, que participam de competições solo e em crew (grupo) dentro e fora do país.

Recomendação de pesquisa:

O Breaking é relativamente novo em comparação a outras danças consagradas. Isso permite que muitos de seus precursores estejam vivos ainda para servir de fonte de informações. Para facilitar esta pesquisa recomendo o documentário de 2002 “The Freshest Kids: A History of the B.boys” ele documenta através de imagens e importantes depoimentos a história do Breaking e da cultura Hip-Hop.

Standard e  Latin

Você já ouviu falar de DANÇA ESPORTIVA?

 

Dança Esportiva ou Dancesport é a atividade que combina desporto e dança, e que permite aos participantes melhorar a aptidão física e bem-estar mental, formar relações sociais e obter resultados nas competições a todos os níveis.

É dançada a dois (casal) e contempla 10 ritmos internacionais de danças de salão, divididos em 2 modalidades:

Modalidade Standard (Valsa Lenta, Tango Internacional, Valsa Vienense, Slow Fox e

QuickStep).
Modalidade Latin (Samba Internacional, Cha cha cha, Rumba, Paso Doble e Jive)


Regida internacionalmente como esporte pela World Dancesport Federation- WDSF e nacionalmente pelo Conselho Nacional de Dança Desportiva e de Salão, CNDDS, tem praticantes no mundo todo. Foi reconhecida como Modalidade Olímpica pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) em 04 de setembro de 1997 e já participa do The World Games. Aguarda sua vez para fazer parte do quadro de medalhas das Olímpiadas.

Diferente da dança de salão brasileira, possui nomenclatura própria, chamada Syllabus, onde os passos são codificados e tem a mesma descrição no mundo todo, favorecendo seu ensino.

É muito conhecida pelo requinte de seus campeonatos e bailes. Além de ser modalidade competitiva, também pode ser praticada como dança social (Ballroom Dance).

Foi trazida para o Brasil com os imigrantes japoneses, mas consolidou-se como modalidade competitiva em 2007. Desde 2013 tem crescido e se expandido pelo país com atletas praticantes nos estados de Ceará, Minas Gerais, São Paulo, Pernambuco…

Conjuntamente às danças Standard e Latin outras modalidades fazem parte da Dança Esportiva: Rock ‘N’ Roll, Hip Hop, Salsa, Wheelchair, Showdance, Formation, Country Western, Boogie Woogi, Cheerleading. Abaixo, uma mostra do que aconteceu no The World Dancesport Games 2013, apresentando um pouco de cada modalidade.

Árbritos

Competições

Calendário

Eventos

Locais de ensino

Locais onde você pode aprender Dança Esportiva pelo Brasil! (Por estado):

Minas Gerais

Cidade- Belo Horizonte:

Professores Sarah Nogueira Lage e Bruno Coman Martins
Facebook: brunosarahdancesportbrasil
Instagram: brunosarahdancesportbrasil
Local de ensino: Harmonia Academia (R Dr Jarbas Vidal Gomes, 247, B Cidade Nova) e Colégio Magnum (R São Gonçalo, 1364, B Cidade Nova).
Contato: (31) 99108-4393 / (31) 99137-6003

Projeto “Eu Danço Rumba”
Coordenador e Técnico: Antonio Barbosa.
Monitor e Atleta: Luis Gustavo.
Local de ensino: Escola Municipal Dom Jaime de Barros Câmara. Rua Frederico Bracher Júnior, 123, Carlos Prates, Belo Horizonte, Brasil.
Contatos: (31) 99985-4211 Antônio Barbosa/ (31) 99221-5058 Luis Gustavo

São Paulo

Cidade- São Paulo:

Carla Lazazzera Academia de Dança

Professora: Carla Lazazzera
Facebook: carlaacademia
Instagram: carlalazazzeraacademia
Local de Ensino: Carla Lazazzera Academia de Dança (Alameda Itu, 167, sala 24, Jardins)
Contato: (11) 98787-0203

 

Anzay Dance Academy
Professores: Master of Dance Olga Kobleva / Michel Rosenblat
Site: www.anzay.com.br
Facebook: www.facebook.com/anzaydance
Instagram: @anzaydance
Local de Ensino: Anzay Dance Academy (Rua Conselheiro Furtado, 1003 – sala 02, Bairro da Liberdade)
Contato: (11) 3277-4076 / 96707-1363 (WhatsApp)

 

Estúdio Artístico Viva pela Dança

Dança Esportiva Social , Formação e Competitiva.Turmas Adulto e infantil

Professores: Marcos Costa (Marquinhos) e Larissa Cunha

Endereço: Av. Maria Servidei Demarchi 1134 sala 1, São Bernardo do Campo, SP.

Contatos:WhatsApp: 11 94044-8903
Facebook: Estúdio Artístico Viva pela Dança
Instagram: @viva_pela_danca
Site: www.vivapeladanca.com.br

Atletas

Locais onde você pode aprender Dança Esportiva pelo Brasil! (Por estado):

O Circuito Brasileiro de Dança Esportiva ocorre em etapas, em que cada casal consegue uma pontuação de acordo com a colocação que obteve. Estas pontuações por etapa são somadas e divididas pelo número de etapas, nos dando, ao final do ano, um ranking nacional por categoria (F, E, D, C, …). No qual, os três primeiros lugares, recebem premiação.

Você pode acompanhar o ano todo a sua colocação no ranking nacional, é só clicar no link abaixo e selecionar ano que gostaria de ver.

Circuito Brasileiro de Dança Esportiva 2018

ID CARD e MIN

O que é o ID- Card? É o seu Identity Card, ou melhor, sua identificação de atleta perante ao órgão internacional que rege o esporte no mundo- a WDSF (World Dancesport Federation).

Com ele você tem os seguintes benefícios:.

Você não terá que assinar o “AntiDoping Form of Consent”.
O seu registo e os procedimentos de check-in serão muito mais rápidos. Ele serve como sua identificação em uma competição, principalmente nos campeonatos fora do Brasil.
Seu nome sempre será exibido corretamente nos resultados.
Seus pontos de ranking mundial são atribuídos adequadamente.
Você pode mostrar que você é um atleta da Dança Esportiva

para consultar o seu  MIN (Número de registro) ACESSE