Campeonato Mundial WDSF World Breaking Championship- South Korea 2022

No dia 17 de outubro a delegação brasileira de Breaking, composta por quatro atletas, equipe técnica e diretoria do Departamento de Breaking e de Marketing CNDD, embarcou para a Coreia do Sul, para o campeonato mundial de Breaking WDSF.
O WBC – World Breaking Championship, foi realizado nos dias 21 e 22 de outubro no Olympic Park, na cidade de Seul, e contou com a participação de mais de 340 atletas na categoria B.boys e B.girls.

A Seleção Brasileira de Breaking teve uma boa participação, os quatro atletas passaram nas seletivas e chegaram ao top 32, com os b.boys Leony e Luan, e as b.girls Nathana e Mini Japa.

A competição mundial World Breaking Championship contou com a presença do Presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, e do Presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Paulo Wanderley Teixeira, que passou para prestigiar e parabenizar nossos atletas, e deixar uma lembrancinha a cada um deles.

Para o ano de 2023 o mundial World Breaking Championship será uma das etapas de classificação direta, onde o 1° Lugar de cada categoria já conquistarão a vaga para os Jogos Olímpicos de 2024, em Paris.

Treinamento Fase 4 – Seleção Brasileira de Breaking

Em fase de preparação e aclimatação para o WDSF World Breaking
Championship 2022, os atletas da seleção brasileira de Breaking, convocados
para representar o país neste mundial, tiveram treinamento com Max Oliveira,
com suporte tático teórico com base nos critérios de julgamento Trivium Judge
System, e prático com treino de processo criativo e simulação de competição.
A fase 3 de treinamento foi realizada em Portugal, de 12 a 17, e de lá os atletas
e a equipe técnica seguiram para a Coreia do Sul para o Campeonato Mundial WDSF
World Breaking Championship- South Korea 2022.

Mundial The World Battle – Portugal 2022

O The World Battle é um dos maiores eventos de Breaking do mundo, onde
participam B.boys e B.Girls dos 5 continentes, realizado na cidade de Porto, em
Portugal, e produzido por Max Oliveira, um profissional renomado, árbitro
internacional e membro do Departamento de Breaking da WDSF. O campeonato
está sendo cotado para ser um dos World Series 2023, uma das etapas
internacional de qualificação olímpica.
O campeonato The World Battle foi realizado no período de 01 a 04 de
setembro, e o Brasil participou nas categorias 1 vs 1 Breaking B.boys, 1 vs 1
Breaking B.girls, 1 vs 1 Breaking Kids misto.
Os atletas convocados foram as B.girls Karolzinha e Mini Japa, e os B.boys Kley e
Rato. Os atletas passaram na pré-seletiva e foram para o top 32.
No Kids a B.girl Rayssa se classificou entre os 16 melhores, e o b.boy Flip
conquistou o 4° lugar. Ambos foram convocados através do Projeto DES
(Desenvolvimento Esportivo do COB).

Além dos convocados, o CNDD levou os atletas campeões do CNDD Breaking
Sport- Qualificação TWB Brasil, o B.boy Kapu e a B.girl Dedessa.
A delegação foi acompanhada pela diretoria do Departamento de Breaking
CNDD, a equipe técnica e Diretor de Marketing CNDD.
Após o evento todos os atletas convocados, além de atletas da Seleção
Brasileira que estavam em Porto, e a equipe técnica tiveram uma consultoria
tática teórica e pratica Max no estúdio MXM.

MUNDIAL THE WORLD GAMES – Alabama 2022

Os Jogos Mundiais são um evento multiesportivo internacional de 11 dias
organizado com o apoio do Comitê Olímpico Internacional. Realizados no ano
seguinte aos Jogos Olímpicos de Verão, os Jogos Mundiais de 2022 apresentarão
uma Nova Geração de Esportes Globais em Birmingham, de 7 a 17 de julho.
Cerca de 3.600 atletas de elite de mais de 100 países competirão pelo ouro em
mais de 30 dos esportes que mais crescem no mundo.
O atleta brasileiro, Luan San conquistou a vaga no top 16 ao ficar em 4° Lugar no
WDSF World Breaking Championship 2021 em Paris. O campeonato TWG
contou com a partticipacao dos top 16 do ranking internacional na.categoria
masculiino e feminijo. Luan San teve um bom desempenhoe ficou em 13° lugar
na primeira participacao do Breaking no TWG.3.6

Treinamento Fase 2 – Seleção Brasileira de Breaking

Nesta segunda etapa da fase de treinamento foram atendidos os atletas que
não puderam estar presentes na fase 1, sendo atendidos 2 b.Girls e 2 b.boys
para realizarem os testes clínicos e avaliações de equilíbrio, força e potência.
O treinamento Fase 2 foi realizado no período de 25 a 29 de julho, na Casa do
Esporte New On/Prevent Senior em São Paulo.
Além dos testes e avaliações os atletas tiveram um treinamento tático com
o profissional renomado Max Oliveira, (Max é de Portugal, é b.boy membro da
Momentum Crew, coreógrafo, árbitro internacional WDSF, membro do
Departamento de Breaking da WDSF e produtor de um dos maiores eventos de
Breaking do mundo, o The World Battle). O treinamento com Max foi estendido
aos demais atletas da seleção e acompanhado pela vice presidente da Comissão
de Atletas de Breaking, a B.girl Sabrina Vaz.

CNDD BREAKING SPORT – QUALIFICAÇÃO TWB BRASIL

O CNDD Breaking Sport foi o primeiro campeonato oficial produzido pelo
Departamento de Breaking CNDD. Não contou como etapa do ranking nacional
do ciclo olímpico mas foi uma qualificação para o The World Battle, um evento
internacional que acontece em Portugal e dos melhores do mundo, que
também está sendo cotado como uma das etapas internacionais de qualificação
Olímpica para 2023, o WDSF World Series.
O campeonato foi realizado dentro do Festival de Joinville, reconhecido como o
maior Festival de danças do mundo, na cidade de Joinville /SC, em parceria com
o Instituto Festival de Joinville. A competição do campeonato foi nas categorias
1 vs 1 Breaking Masculino, 1 vs 1 Breaking feminino e 2 vs 2 Breaking.
Como prêmio os campeões das categorias 1vs 1 masculino e 1 vs 1 feminino
ganharam a participação no Mundial The World Battle com todas as despesas
custeadas pelo CNDD/COB, e medalhas para os 3 primeiros lugares. Para a
categoria 2 X 2 breaking a premiação foi a filiação da dupla campeã e medalha.
Estiveram presentes no campeonatos atletas das 5 regiões do Brasil, e os
campeões foram o B.boy Kapu (RJ/PA) e a b.girl Dedessa (SP).
A competição contou com um corpo de júri licenciado pelo sistema oficial
WDSF, composto por dois árbitros brasileiros (Migaz e Mixa) e um árbitro
português (Max Oliveira).

WDSF Challenge Colômbia 2022

O WDSF Challenge é um campeonato oficial da WDSF seguindo a
regulamentação internacional para o Three Fold Judge System, e aberto para
todos os atletas filiados as federações nacionais e a WDSF. É uma das etapas de
ranqueamento Internacional, com a pontuação menor na regulamentação
padrão WDSF, abaixo do Breaking For Gold, Championship e o World Series.
A Federacion Colombiana de Baile Desportivo, a FedaCol, realizou a sua primeira
competição oficial com o WDSD Challenge, que aconteceu na cidade de Cali no
dia 04 de junho de 2022.
Realizado no Coliseo de Hockey, dentro do Centro Olímpico, o campeonato
contou com a presença de mais de 15 países e quase 220 competidores, e teve
participação do Brasil com 4 atletas de seleção brasileira de Breaking,
acompanhados pela equipe técnica do Departamento de Breaking CNDD.
Os atletas brasileiros tiveram uma ótima colocação com as b.girls Nathana e
Mini Japa no top 8, já no masculino o b.boy Flash ficou no top 32 e
conquistamos o 3° Lugar com o b.boy Leony Pinheiro.
Também foi convocado pela FEDECOL para compor a mesa de júri um dos
árbitros brasileiros licenciados pela WDSF, o b.boy Migaz.

ISF Gymnasiade 2022

O Breaking foi escolhido como uma das modalidades no campeonato mundial
escolar, ISF Gymnasiade, que aconteceu na cidade da Normandia, na França, no
período de 12 a 23 de maio.
Em parceria com a CBDE, que custeou toda a viagem, o CNDD convocou os
atletas sub 18 Lívia, Angelina, Flip e Kauã, para competir no individual,
categorias feminino e masculino, acompanhados pela treinadora e
Coordenadora de Alto Rendimento CNDD, Lucimar (b.girl Lu).
Também foi convocado o árbitro internacional WDSF, Mixa, para compor a
mesa de júri da competição.
E o Brasil mais uma vez se destacou, com a classificação no top 8 masculino com
o b.boy Kauã e a medalha de Prata com a b.girl Lívia.

WDSF World Breaking Championship 2021

O primeiro campeonato mundial na estreia do Breaking como esporte
olímpico aconteceu em 2021, em Paris – França, cidade que sediará os Jogos
Olímpicos de 2024.
Produzido pela Federation Française de Danse – FFDanse – o campeonato
aconteceu no dia 04 de dezembro e contou com a presença de atletas de 110
países dentre os 5 continentes, e o Brasil foi um deles.
O campeonato utilizou o Trivium Judge System, o sistema oficial olímpico, com 9
árbitros, 1 Head Judges e 1 Chair Person, dos cinco continentes, já seguindo a
regulamentação internacional de arbitragem WDSF.
O campeonato ocorreu em apenas 1 dia, devido ao estágio de quarentena da
Pandemia Covid 19, seguindo o protocolo de restrições da ANVISA e OMS para
viagens nacionais e internacionais, e protocolo de higiene. Um dos motivos
pelos quais alguns países não puderam participar.
O CNDD, através do apoio e patrocínio do Comitê Olímpico Brasileiro, levou 4
atletas, a diretoria, equipe técnica e multidisciplinar, além do um representante
do COB e Gestor da modalidade Breaking, Arthur Bittencourt Corrêa. A
delegação viajou alguns dias antes para aclimatação e os atletas tiveram
preparação com treinamento técnico e tático, atendimento com a psicóloga do
esporte, prevenção de lesões e recovery.
Os atletas do Brasil tiveram um ótimo desempenho, conquistando boa
colocação no top 32 feminino com a breaker Itsa e no masculino com o b.boy
Rato, e o 4° Lugar com o b.boy Luan San.
O WDSF World Breaking Championship será uma das etapas de qualificação
Internacional olímpica, com vagas diretas para o top 16 masculino e feminino
em Paris 2024.

WDSF Congress Three Fold Judge System (2021 e 2022)

O WDSF Congress Three Fold Judge System é o congresso de capacitação para
obter a licença oficial de arbitragem internacional em Breaking no movimento
Olímpico.
O Congresso é realizado pela WDSF, seguindo os critérios pré determinados pela
entidade e publicados no site da mesma, aberto a todos os b.boys e b.girls de
todos os países e que se encaixam nos critérios para inscrição e conseguirem a
nota mínima na prova teórica para obter a licença Internacional Three Fold e
também para obter licença para o Congresso Trivium.
A WDSF realizou 4 congressos Three Fold, e o Brasil licenciou 7 árbitros. Até o
momento os únicos licenciados da América Latina, sendo 5 com licença Three
Fold (sistema de arbitragem nacionais e World Challenge) e 2 com licença
Trivium (sistema de arbitragem BFG, WBC e Series).

Treinamento Fase 1 – Seleção Brasileira de Breaking

De 08 a 16 de março de 2022 o CTTB – Centro de Treinamento Time Brasilrecebeu os atletas da seleção brasileira de Breaking para a Fase 1 de
Treinamento, na cidade do Rio de Janeiro.
Na Fase 1 de Treinamento foram realizados exames clínicos, testes de equilíbrio,
força e potência com a equipe de ciência do esporte do COB e a equipe
multidisciplinar do CNDD, palestra Antidoping com Dr.Trajano (ABCD), mídia kit
com o Canal Olímpico e uma vivência com a seleção brasileira de ginástica
artística na CBG, e entre elas estavam as atletas Rebeca Andrade, Flávia Saraiva,
Christal Bezerra e Jade Barbosa.
A seleção brasileira de Breaking, com 6 B.Boys e 5 b.girls, foi acompanhada pelo
Presidente do CNDD, Patric Tebaldi, equipe técnica e a diretoria do
Departamento de Breaking.

WDSF BREAKING JUDGES CONGRESS (ON-LINE)

Todos os b.boys e b.girls com interesse em participar desse Congresso deverão solicitar sua participação junto ao Departamento de Breaking CNDD, através do e-mail:

departamentobreakingcndd@gmail.com

até o dia 15 de abril de 2022.

Estes receberão uma confirmação de recebimento desta solicitação, via e-mail.

3° WDSF BREAKING JUDGE THREE FOLDS SYSTEM 

O WDSF Breaking Division tem o prazer de anunciar o 3° WDSF Breaking Judges Congress sobre o Three Fold Judging System 2022.
O Congresso (formato online) acontecerá nos dias 12 a 13 de fevereiro.
Os critérios exibidos para a participação e informações sobre a inscrição estão publicados no site do CNDD.

“BREAKING, CULTURA E ESPORTE OLÍMPICO”
Contagem regressiva para o campeonato World Breaking Championship em Paris, na França. Os atletas de Breaking do CNDD que irão representar o Brasil  já estão preparados!

Este é mais um passo importantíssimo na organização e regulamentação do Breaking enquanto modalidade olímpica no Brasil. Depois de inúmeras reuniões e articulações em conjunto, a Instituição CNDD e seu Departamento de Breaking foram recebidos para um dia inteiro de imersão em todos os departamentos que compõem o COB(Comitê Olímpico Brasileiro). Parceira, organização e profissionalismo foram palavras norteadoras neste encontro.

O CNDD em parceria com o Evento Fabrica Cultural convida a comunidade do Breaking, e a cultura Hip Hop para o 1° Congresso Nacional de Breaking.
Trazendo novidades e informações do movimento olímpico e do ciclo de 2024.

SELEÇÃO BRASILEIRA DE BREAKING

O Conselho Nacional de Dança Desportiva – CNDD, anuncia nesta quinta-feira 23/12, através deste, a Primeira Seleção Brasileira de Breaking da história olímpica.

Confira abaixo os nomes!

SELEÇÃO FEMININA DE BREAKING 

1- Nathana Vieira Venâncio (Nathana)

2- Mayara Silva Colins (Mini Japa)

3- Nayara Castro de Sousa Leite (Nay)

4- Júlia Maia (Maia)

5- Jessika Kitéria de Andrade (Pekena)

6- Naiara Xavier (Toquinha)

7- Vanessa de Oliveira Feliciano (Lorinha)

8- Carolaine Navarro Cavalcante (Karolzinha)

SELEÇÃO MASCULINA DE BREAKING 

1- Luan Carlos dos Santos (Luan San)

2- Gustavo Henrique Cabral (Ratin)

3- Gilberto Araújo Faria Júnior (Rato EVN)

4- José Ailton Salvino Santiago (Flash)

5- Leony Pinheiros  (Leony)

6-Cleidson Seabra de Almeida (Kley)

7- Wender Souza (Dinho)

8- Ronielson da Silva Araújo (Kapu)

Os b.boys e b.girls convocados para a Seleção Brasileira de Breaking receberão treinamento físico e técnico, suporte médico, psicológico e de fisioterapia, viagens e participações em eventos internacionais.

Os recursos para essas atividades são repassados ao CNDD pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) por meio da Lei Agnelo/Piva.

Critérios de Convocação 

Devido a pandemia de Covid-19, não foi autorizado a realização de campeonatos nacionais para o ranqueamento da seleção.

Assim, para a composição da Primeira Seleção Brasileira de Breaking, foram elaborados critérios de convocação pelo Diretor Técnico de Breaking e Vice-Diretora, com base em análise de desempenho técnico, tático e comportamental, atitudes em competições e treinamento, resultados e condicionamento. Estes critérios estão descritos no documento “Inscrição – Seletiva da Seleção Brasileira de Breaking”, publicado no site do CNDD.

Para 2022 serão publicados os critérios específicos, elaborados de acordo com a regulamentação do Breaking nacional e internacional. As próximas convocações deverão acontecer de acordo com o ranking formado através das etapas do circuito e do Campeonato Brasileiro de Breaking, onde os atletas melhores colocados serão convocados à seleção brasileira de Breaking de forma automática.

CLICK PARA SABER MAIS

Técnica 

A Seleção Brasileira de Breaking contará com a Comissão de Ciência do Esporte, integrada por SHIH CHIEH CHAN JUNIOR CREF 024293-G/SP (Treinador Físico), Dr. Cláudio Natanael de Camargo (Fisioterapeuta), Dr. Tatiane das Graças Melo (Psicóloga do Esporte). O Departamento de Breaking em breve estará divulgando os nomes dos técnicos e auxiliares. 

Departamento de Breaking 

Diretoria

José Bispo de Assis (Diretor Técnico), Lucimar dos Santos (Vice-Diretora), Iago Domingues Bezerra Pinheiro (Assessor da Diretoria), Samir da Silva Santos (Secretário do Departamento de Breaking).

Desenvolvimento Esportivo

José Ricardo Cardoso (Gerente de Desenvolvimento Esportivo), Luiz Marcelo Ribeiro da Luz (Coordenador de Projetos e Convênios), Flavio Roberto Carucio (Gestor de Desenvolvimento Esportivo).

 

Convocação Breaking

CRITÉRIOS DE CONVOCAÇÃO PARA ATLETAS INTEGRANTES DA PRIMEIRA SELEÇÃO BRASILEIRA DE BREAKING 2021

O Departamento de Breaking CNDD vem através deste, divulgar os critérios adotados para a participação da convocação dos B.boys e B.girls que irão compor a primeira Seleção de Breaking 2021/2022.

Clique aqui para saber mais: Critérios de Convocação.

 

Sim o Breaking entrou para os Jogos Olímpicos, e em 2024 teremos a estreia na França, visto que já ocorreu um primeiro experimento no Jogos da Juventude em Buenos Aires no ano de 2018.

Um novo cenário surgindo para essa arte encantadora.

O CNDD convocará a PRIMEIRA SELEÇÃO BRASILEIRA DE BREAKING e você pode fazer parte dela.
É o Breaking. É o Brasil, se preparando, rumo a #Paris2024 !

Link dos critérios para a seletiva na Bio

http://www.cndd.org.br/convocacao-breaking/
No menu Breaking> Submenu Convocação Breaking

COMIÇÃO DE ATLETAS

COMISSÃO DE ATLETAS DE BREAKING
CICLO OLÍMPICO 2024

O Conselho Nacional de Dança Desportiva (CNDD), através do seu Departamento de Breaking, no uso de suas atribuições, divulga por meio desta a Primeira Comissão de Atletas de Breaking da história olímpica.

A Comissão de Atletas é um colegiado autônomo e que tem por missão representar os direitos e interesses dos atletas de Breaking perante o CNDD, fortalecendo os laços de comunicação e interação entre as partes e contribuindo para a melhoria e evolução da modalidade.

Dentre as atribuições, a Comissão tem como principais objetivos: estabelecer um ambiente de discussão, sugerir, recomendar sobre quaisquer assuntos relacionados com o Movimento Olímpico; incentivar a presença feminina no esporte; apoiar o desenvolvimento da formação de base e educação através do esporte; dentre outros, e terá papel fundamental para a profissionalização, transparência e democratização da gestão da modalidade no Brasil.

A criação da Comissão foi feita através da convocação dos principais B.boys e B.girls do país, a partir dos critérios pré estabelecidos pelo Diretor Técnico e Vice-Diretora Técnica de Breaking. A partir do próximo ciclo Olímpico a Comissão de Atletas será formada através de eleição e votação dos atletas, seguindo os critérios oficiais que constará no edital de eleição a ser divulgado no ano de 2024.

A Comissão formada para o ciclo Olímpico de 2024 (de 2021 a 2024), é composta por 08 atletas convocados, que participaram das reuniões de formação e criação do colegiado. Respeitando a igualdade e equidade de gênero, em sua primeira resolução, a Comissão elegeu através de votação Thiago Antonio Alves (Thiaguin) como Presidente e Sabrina Vaz de Souza Araujo (Savaz) como Vice-presidente.

A composição da Comissão de Atletas traz grandes nomes da comunidade do Breaking, representatividade e notoriedade com excelência que contribuirá significativamente para o desenvolvimento contínuo do Breaking como esporte no Brasil.

A primeira Comissão de Atletas de Breaking da história olímpica é composta por:

Thiago Antônio Alves – Thiaguin (SP)
Sabrina Vaz de Souza – Savaz (RJ)
Nathana Vieira Venâncio – Nathana (MG)
Nayara Castro Sousa Leite – Nay (DF)

Lucas Ferreira Machado – Perninha PB)
Michael Nunes de Oliveira- Aranha (SP)
Kleodon dos Santos Gonçalves – Kekeu (PA)
Gustavo Henrique Cabral – Ratin (SP/Por)

A  Comissão de Atletas de Breaking é um colegiado vinculado ao CNDD, formada exclusivamebte por b.boys e b.girls atletas, e que tem como missão representar os atletas de Breaking perante a entidade, fortalecendo os laços de comunicação e interação entre as partes.

1°Congresso de Breaking- WDSF
15, 17 e 19 de junho de 2021.

O objetivo é reunir a comunidade breaking de todo o mundo para transmitir informações importantes, contribuindo para que todos os países possam planejar, organizar e executar o breaking, rumo às Olimpíadas #paris2024

ATENÇÃO: Link para inscrição na bio.

O Departamento de Breaking e o Departamento de Arbitragem- CNDD convida a todas e todos para o Primeiro Congresso de Breaking – WDSF.
Dias15, 17 e 19 de junho (online)

Uma semana reunindo a comunidade breaking de todo o mundo , com intuito transmitir informações importantes sobre o Breaking, contribuindo para que todos os paises possam planejar, organizar e executar o Breaking para as Olimpiadas de #Paris2024.

O congresso será totalmente gratuito e traz personalidades importantíssimas, especialistas na cena do Breaking mundial, que contribuiram com a regulamentação do Esporte Breaking Olímpico.
Storm (Alemanha), Renegade (UK), Roxy (UK), Nemesis (USA), Kareem (USA) e Focus (Finlandia).

Inscrições até o dia 13/06 as 20:00.

WORKSHOP INTERNACIONAL

Preparatório para arbitragem com o Breaking

 
Workshop totalmente gratuito.
São 100 vagas selecionadas através do formulário https://forms.gle/R5qTXPVW1jzNhrYL7
Inscrições até 31 de março às 23:59 (horário de Brasilia) – Amplamente divulgada nas redes sociais.
 
 
Pré-requisitos:
▪Ter iniciado no breaking até o ano de 2010 comprovadamente e ser maior de idade.
Critérios para seleção das vagas:
▪ Ser b.boy ou b.girl atuantes, competindo ou não.
▪ Brasileiros(as), que residem no Brasil ou no exterior.
▪ Comprovar o tempo de atuação no breaking e experiências como competidor (a) e júri através do currículo artístico (máximo 2 páginas).
▪ Currículo: especificar os principais eventos em que participou como júri ou competidor(a), especificando nome do evento, cidade, estado e data (ano).
*Filiação à entidade não obrigatória para inscrição.

Pauta
Discutir atitudes que deveriam ser coletivas, através do diálogo e transparência, sendo tomadas de forma individual, em especial a solicitação de uma Audiência Pública de âmbito nacional para fins próprios.
Manifestamos nossa insatisfação perante esses tipos de atitudes excludentes com o argumento de trazer melhorias para a comunidade breaking nacional. Acreditamos que a falta de diálogo aberto e transparencia nas ações são a causa do problema organizacional dentro da nossa cultura, e que poderá se estender para o Breaking âmbito esportivo também, e precisamos aprender a dialogar com um todo partindo da primícia de que nossas falas se tornem nossas ações.
A palavra ‘Inclusivo’ precisa ser colocada em prática para que haja uma boa relação da Comunidade Breaking nacional, respeitando as peculiaridades de cada estado.
Cada entidade ou coletivo poderá enviar até 2 (duas) perguntas/questionamentos para o email departamentobreaking.cndd@gmail.com, que será devidamente apresentada na Audiência, pelo Departamento de Breaking CNDD.

O workshop será totalmente gratuito.
Serão 100 vagas selecionadas através do formulário:

Inscrições até 24 de março às 23:59 (horário de Brasília)

Pré requisitos:
▪Ter iniciado no breaking até o ano de 2010 comprovadamente e ser maior de idade.

Critérios para seleção das vagas:
▪Ser b.boy ou b.girl atuantes, competindo ou não.
▪ Brasileiros(as), que residem no Brasil ou no exterior.
▪ Comprovar o tempo de atuação no breaking e experiências como competidor (a) e juri através do currículo artístico (máximo 2 páginas).
▪Currículo: especificar os principais eventos em que participou como juri ou competidor(a), especificando nome do evento, cidade, estado e data (ano).

*Filiação à entidade não será obrigatória para inscrição

4° Reunião 28/02/2021
Feedback da reunião remota com representantes das crews de breaking nacionais.
O departamento de Breaking CNDD através da pessoa do diretor técnico José Bispo de Assis (Bispo SB) e da vice diretora Lucimar dos Santos (Lu BSB.girls), convidou crews de Breaking de todo o território nacional para uma reunião que aconteceu no domingo dia 28/02 às 18:30 (horário de Brasília) .
A reunião exclusiva apenas para CREWS, com a pauta “Como manteremos nossa cultura intocável mesmo diante às Olimpíadas?”, contou com a presença de representantes de mais de 30 crews de varios estados e que contribuem diretamente na formação de novas gerações.

O dialogo teve duração de aproximadamente 3 horas (três), onde alguns representantes expuseram a situação atual em suas repectivas regiões, produções culturais e ações de fomento ao breaking, idéias e sugestões de melhorias para a cena breaking com foco principal no trabalho de formação de base a fim de preservar a integridade da cultura Hip Hop na sua essência, respeitando e contribuindo com a sua constante evolução.

O intuito da reunião foi dialogar com a comunidade de breaking nacional na sua base (crews), abordando questões como a importancia da formalização das crews propiciando uma melhor continuidade aos trabalhos de fomento à cultura de acordo com as necessidades de cada uma, discutir a realidade da dança Breaking atualmente e agora como uma modalidade olímpica. Discutir como poderá deswnvolver uma estrutura de formação de novas gerações de b.boys e b.girls com bases culturais visando a adaptação ao esporte e todas as mudanças e regulamentação com padronização mundial.

Departamento de Breaking CNDD
Diretor Técnico – José Bispo de Assis (Bispo SB)
Vice Diretora- Lucimar dos Santos (Lu BSB.girls)
Secretária Executiva CNDD- Maricélia
Diretor de Arbitragem Desportiva- Patric Tebaldi
Contato: breaking.cndd@gmail.com

3° Reunião 21/02/2021
Feedback da reunião remota com produtorxs culturais e realizadorxs de eventos de breaking no Brasil

A reunião remota com o diretor técnico CNDD (José Bispo de Assis- Bispo SB), vice diretora (Lucimar dos Santos- Lu BSB.girlsprodutorxs culturais e realizadorxs de eventos de Breaking e Cultura Hip Hop da comunidade Breaking nacional, que aconteceu no dia 21/02 às 18h, contou com a participação de mais de 40 produrodes(as) e realizadores(as) presentes.
Além disso houve a ausência de algumas pessoas que estavam em outras reuniões de discussão e elaboração de federações em seus estados.
Conversamos sobre como se daria a realização de etapas de qualificação regionais, estaduais, nacionais e brasileiras, sobre a construção do caderno técnico de Breaking para todas as fases do ranqueamento nacional e as devidas leis/exigências da regulamentação.
Tiramos dúvidas sobre solicitações de verbas oriundas do poder público por meio de emendas parlamentares municipais e estaduais, PLs municipais e estaduais, ministério público e PAC, convênios, parcerias e patrocínios de empresas de grandes e pequenas marcas para produção de eventos de ranqueamento nacional.
Sobre verbas vindas das secretarias municipais e estaduais de cultura e do esporte, planos de ação da cultura e do esporte nacional e quais poderão ser utilizadas para o Breaking enquanto esporte

2° Reunião 14/02/2021
Feedback da reunião com b.boys e b.girls possíveis competidorxs olímpicos e possíveis juradxs olímpicos.

A reunião remota com o diretor técnico CNDD (José Bispo de Assis- Bispo SB), vice diretora (Lucimar dos Santos- Lu BSB.girls) e os/as possiveis competidores/as olímpicos e possíveis jurados/as, que aconteceu no dia 14/02 às 18h contou com q presença de mais de 70 b.boys e b.girls de varios estados do país.
Conversamos sobre diversos assuntos relacionados à competidores/as e sistema de arbitragem olimpica, e também repassamos a respeito da reunião com a WDSF onde nos pediram para “esperar” toda a regulamentação do breaking estar devidamente pronta, só assim poderiamos obter informações detalhadas e precisas sobre como realmente será as participações olímpicas.

1Reunião 07/02/2021
Feedback da reunião remota com representantes de federações em construção, realizada no dia 07/02 às 18h.

Na reunião remota com o diretor técnico CNDD (José Bispo de Assis- Bispo SB), vice diretora (Lucimar dos Santos- Lu BSB.girls) e representantes das federações em construção, realizada no dia 07/02 às 18h, tivemos 15 federações de 15 estados e mais de 40 pessoas presentes.
O objetivo era saber como está a construção de cada federação, em que etapa do processo cada uma se encontra e de que forma poderemos ajudar com as difuculdades de cada uma, respeitando as particularidades de cada localidade.
A partir dai elaboramos um questionario que estará sendo enviado para os/as devidxs representantes via email, a fim de dar continuidade às ações já iniciadas de ajuda, porém agora personalizada (por federação/estado) e de acordo com nossas possibilidades.

HISTÓRIA DO BREAKING

BREAKING

Por: Alan, Suiane; Bispo SB, Lu BSB.

Breaking é um estilo que está ganhando o seu espaço cada vez mais, dançarinos que desenvolvem manobras acrobáticas conforme as batidas da música manifestam seus estilos e suas características em batalhas e rachas que acontecem de forma individual ou em grupo, esse estilo de dança é um dos pilares da cultura Hip Hop sendo um importante elemento.

“Criada por Afroamericanos, latinos e imigrantes, o Breaking nasceu no bairro do Bronx na cidade de Nova York, se ramificou pelo mundo inteiro através de clipes e filmes na década de 70 é muitos dançarinos começaram a surgir, são eles chamados de B.boys e B.girls, creditado a Kool Herc, considerado um dos nomes mais importantes na criação da cultura Hip Hop.

“Movido por músicas como Original Funk, Groove, Latinas e Africanas, o Breaking tem consigo seus atributos, fundamentos básicos e conceitos, e partindo dai os B.boys e B.girls manifestam seus estilos e características, tendo como objetivo estimular sua criatividade criando combinações únicas.

Porque utilizar o nome Breaking e não BreakDance?

O nome BreakDance foi dado erroneamente pela mídia na década de 80 e nunca foi aceito pelos precursores desta dança. Como uma forma de confusão maior ainda, era usado para definir um conjunto de danças (Breaking, Popping, Locking, etc) que estes meios de comunicação: não entendiam em sua totalidade. Estas danças surgiram em locais e datas diferentes, sendo estes fatos constatados por qualquer pesquisa simples junto a seus expoentes.

Chegada no Brasil

A chegada do Breaking no Brasil aconteceu na década de 80, mais precisamente em 1982/1983, e o estilo se expandiu de maneira significativa hoje com vários adeptos dessa dança, tendo representatividade em todo o território brasileiro, que participam de competições solo e em crew (grupo) dentro e fora do país.

Recomendação de pesquisa:

Breaking é relativamente novo em comparação a outras danças consagradas. Isso permite que muitos de seus precursores estejam vivos ainda para servir de fonte de informações. Para facilitar esta pesquisa recomendo o documentário de 2002 “The Freshest Kids: A History of the B.boys” ele documenta através de imagens e importantes depoimentos a história do Breaking e da cultura Hip-Hop.